Um Lugar para Ficar – Deb Caletti:
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 272
Classificação: 5/5

Resenha:
Esse era um livro que eu tinha vontade de ler a tanto tempo que, quando foi lançado aqui, eu peguei raiva dele e não queria mais ler. Eu sei que não faz o menor sentido, mas enfim rs. Peguei ele porque queria ler um livro da Novo Conceito, e não me arrependi. Li tudo de uma vez só, acabou muito rápido, mas transmitiu a mensagem que a autora queria passar.

No início eu estranhei um pouco o tipo de narração, porque é como se a Clara, a personagem principal, tivesse realmente nos contando a história dela, tem até comentários dela no meio. Mas depois eu vi que isso se encaixa perfeitamente na história, nenhum outro tipo de narração teria apresentado a história tão bem quanto esse.

Um Lugar para Ficar conta a história de Clara Oates, uma garota que saiu da cidade com o pai para fugir de Christian Nilsson, seu ex namorado que não conseguia aceitar o término. Clara está paranoica, morre de medo de Christian achá-la, morre de medo de confiar em alguém e acontecer a mesma coisa de novo.

O livro nos mostra as lembranças de Clara de quando ela conheceu Christian, do tempo que eles ficaram juntos, e intercala isso com o que ela está vivendo agora. Pelas lembranças nós podemos perceber o tipo de cara que Christian é, e como seu comportamento totalmente controlador e obsessivo acabou trazendo consequências horríveis para a vida de Clara. E no presente vemos como ela está tentando reconstruir sua vida, seguir em frente.

O relacionamento da Clara com o Christian me lembrou muito o relacionamento da Caitlin com o Rogerson, em Dreamland, da Sarah Dessen, pelo ciúmes obsessivo do Christian e do Rogerson, mas principalmente pelo modo da Clara e da Caitlin se comportarem perto deles, pelo medo que elas sentiam. Mas os dois livros são bem diferentes, eles tratam de temas diferentes, apesar de serem ambos super bem escritos e abordarem seus temas perfeitamente (sim, eu sei que eu só dei 3 estrelas para Dreamland, mas foi porque o tema me incomodou, não porque o livro não foi bem escrito).

É muito interessante ver como a Clara, ao mesmo tempo que tenta seguir em frente, sempre tem na cabeça aquele medo, aquela desconfiança que a faz olhar em volta sempre antes de ir em algum lugar, sempre achando que está sendo seguida. É interessante ver como ela trabalha isso, como as pessoas a sua volta a ajudam, principalmente seu pai.

Os personagens são incríveis. Seu pai é um grande escritor que sempre consegue saber o que se passa com ela, não importa o quanto ela tente esconder. Annabelle é uma velha amiga de seu pai que tem ótimos ensinamentos, e está sempre lá para ouvir Clara quando ela precisa. Sylvie é uma mulher meio insuportável no início, mas eu vi que ia gostar dela desde o início. A Clara não gosta muito dela a princípio, mas vai sendo forçada a mudar de opinião rs. Finn Bishop é perfeito. Me apaixonei por ele desde a primeira vez que ele apareceu. Super fofo, compreensivo, calmo, e tudo o contrário de Christian. O Jack e a Cleo, irmãos do Finn, são outros personagens incríveis. Adorei o modo como eles implicam uns com os outros.

Um ponto muito positivo do livro foram as frases marcantes, as frases de reflexão colocadas no meio da história, eu realmente parava e ficava pensando sobre o que estava escrito todas as vezes. E todas faziam sentido no meio da história, nada colocado só para enrolar.

Então, acho que é isso. O livro é incrível. Só senti falta da autora nos mostrar um pouco mais da vida dos personagens secundários, mas sei que esse não era o objetivo do livro. Recomendo demais, ele não é só um livro para passar o tempo (apesar de eu amar esses livros), ele te faz refletir sobre coisas que você normalmente não para para pensar, e é ótimo.


9 Comentários

  1. Estou muito curioso para ler esse livro , até coloquei ele na lista de compras sua resenha ficou perfeita beijos :D

    euvivolendo.blogspot.com ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  2. AI! Segunda pessoa que dá nota máxima... e duas pessoas que respeito muito: você e a Nina do MVL! Preciso desse livro agora!

    ResponderExcluir
  3. Sempre tive MUITA vontade de ler esse livro, e agora a vontade voltou.
    Sem falar na capa que chama bastante a atenção!
    Gostei da resenha, deu pra ter uma ideia do que se trata o livro haha acho que irei gostar.

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho esse livro aqui em casa, mas ainda não li pois to cheia de livro para ler, oh ceus. Vou ver se consigo colocar ele em uma da minhas proximas leituras... homem ciumento é bom, mas desde que não seja exagerado '-'

    ResponderExcluir
  5. Ri muito ao ler seu primeiro parágrafo afinal me identifiquei...tem livros que fico doida pra ler, e quando finalmente os tenho nas mãos por algum motivo enrolo mas quando finalmente os leio não entendo porque demorei tanto...rs

    Gostei da resenha mas não fiquei com vontade de ler o livro...tô numa fase quase obssessiva de ler distopias e romances bobinhos...quem sabe mais pra frente

    ResponderExcluir
  6. Só ouço elogios a "Um lugar para Ficar", comprei ele barato d+ numa promoção do Sub e tenho uma vontade enorme de ler ele! E o tema é muito bom, fiquei feliz de saber que a autora desenvolveu bem o tema =* minha curiosidade só aumenta

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Não imaginei que esse livro fosse bom assim, claro…
    Não sei se ele vai me conquistar, mas gostei do que li na sua resenha. Namoro com problemas, ciúmes demais, controle…quem nunca passou por isso? achei bem interessante e fiquei bem curiosa.
    Com certeza entrou na lista dos livros mais desejados :)
    bjim

    ResponderExcluir
  8. Ainda bem que conseguiu deixar a raiva de lado e ler o livro hahaha
    Não estava muito curioso para ler esse livro, mas agora fiquei! A história parece mesmo ser bem elaborada para o tema e é bom saber que ela consegui passar o que queria!
    Gosto de livros que tenham essas frases marcantes, mais um ponto positivo!

    ResponderExcluir
  9. Isso que você falou da Clara, realmente a gente vê acontecendo com as pessoas que passam pelo que ela passou. É difícil a pessoa acreditar que pode viver sua vida e que está livre daquele ser que tanto a perturbou. O apoio dos amigos e família é mesmo essencial para que ela consiga superar.

    Adoro livros que fazem refletir, espero conseguir ler esse logo! =)

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.